Dicas e informações sobre Windows Server, Powershell

SERVER GUI OU CORE??

Imagem 00 – Server Gui e Server Core

E aí pessoal, tudo certo? Hoje resolvi trazer um assunto que tenho estudado muito nos últimos dias, que é quanto à utilização de servidores Windows sem a experiência gráfica (Server Core). Quais são os benefícios? Quais funções consigo utilizar? E se não gostar de gerenciar o servidor via texto, e agora?! Vou realizar uma nova instalação? Tentarei esclarecer o máximo possível sobre esses assuntos, mas caso ainda fique alguma dúvida, deixe o seu comentário.

Um detalhe importante é que irei aprofundar nos conceitos do Windows Server 2012R2. Mas Estevão, por quê? Ele é velho, Microsoft lançou recentemente o 2019, etc. Boa parte  dos próximos artigos serão voltados para ele, devido ao exame de certificação 70-410 que irei prestar nos próximos meses, mas essa é uma conversa que ficará para depois, ok?

Obs: Infelizmente o Windows Server 2016 não trata a experiência Desktop como uma Feature da mesma forma que o 2012R2, os recursos gráficos não podem ser alterados uma vez já instalado instalado. Uma pena! Abaixo utilizei alguns comandos de PowerShell para validar essa informação.

Imagem 01 – PowerShell CMDLETS

Bom, precisamos começar por algum lugar, que tal falando do passado?

Em versões anteriores ao Windows Server 2008R2, o planejamento da instalação de servidores podia ser uma tarefa complexa e irreversível, sendo necessário subir uma nova instalação do Windows para alterar alguns fatores como edição do sistema operacional, usar uma versão 32 ou 64bits? Instalação Core ou GUI completa. (Hoje nos complicamos no licenciamento rsrs)

Com as versões mais recentes do Windows, há bem menos opções para selecionar e decisões de instalação para tomar. O Server 2012R2 por exemplo te apresenta 4 Versões (Datacenter, Standard, Essentials e Foundation), todas 64Bits.

No Windows 2012R2, a opção gráfica (GUI) passa a ser uma Feature do SO, podendo ser retirado e inserido a qualquer momento. Exato, você pode transformar uma instalação Core em Gui e vice e versa, inclusive utilizar uma opção que se chama “Minimal Server Interface”, onde alguns recursos gráficos são mantidos, tais como os containers para realizar o gerenciamento de snap-ins como Gerenciamento do Computador, Event Viewer, Active Directory Users and Computers, etc.

O que é uma opção de instalação Core?

                É uma opção de instalação que reduz a interface de usuário do servidor. Ao selecioná-la, você não terá o menu iniciar, Windows Explorer, consoles para o gerenciamento de snap-ins e praticamente nenhum aplicativo gráfico. Tudo o que verá será uma janela do prompt de comando, conforme a imagem abaixo.

Imagem 02 – Server Core

Poxa, irá aumentar e muito o esforço do meu time de T.I para realizar esse gerenciamento. Minha empresa poder ter algum beneficio com isso?

  • Otimização de Hardware: Se isso for um problema em sua empresa, uma instalação CORE elimina alguns dos elementos que mais consumem memória e processamento. Se tornando uma instalação mais leve.
  • Menos espaço em disco: Requer menos espaço em disco para os elementos do sistema operacional. O que reduz a utilização dos recursos de armazenamento do Servidor.
  • Atualizações menos frequentes: No caso do 2012R2, os elementos gráficos estão entre os que mais possuem atualizações frequentes, com a opção core, esse número é reduzido, diminuindo o tempo de inatividade do servidor.
  • Menor superfície de ataque: Quando falamos de ataque, pensa-se logo em hackers invadindo o ambiente remotamente, etc. Mas já pensou em ataques internos? Já presenciei ambientes em que os servidores da empresa ficavam em uma salinha onde todos os colaboradores tinham acesso e pior, executavam tarefas do dia a dia neles, tais como utilizar redes sociais haha. Brincadeiras a parte, em pequenas empresas a tecnologia não é levada a sério, sendo um considerada as vezes como “Gasto desnecessário”. Com uma instalação Core, você mitiga acessos internos indevidos a esse equipamento.

Quais são as Roles disponíveis em uma instalação Core?

  • ADCS (Active Directory Certificate Services).
  • ADDS (Active Directory Domain Services).
  • ADLDS (Active Directory Lightweight Directory Services).
  • ADRS (Active Directory Management Services).
  • DHCP Server.
  • DNS Server.
  • File and Storage Services.
  • Hyper-V.
  • Pint and Document Services.
  • Remote Access.
  • Web Server (IIS).
  • WSUS (Windows Server Update Services).

Todas as funções citadas acima podem ser gerenciadas pelo conjunto de ferramentas RSAT (Falarei sobre elas no próximo artigo), onde poderá compensar a ausência da interface gráfica no servidor, o analista poderá gerenciar as funções implantadas em um servidor a partir da sua estação de trabalho.

Como realizar essa configuração?

Após implantar seu Server GUI e configurar o que for necessário nele, por exemplo, instalar um servidor de banco de dados Microsoft SQL Server, realizar todas as configurações necessárias e logo após realizar a remoção da experiência desktop via CMDLETS de Powershell ou pelo console do Server Manager.

Não se preocupe, ensinarei de ambas as formas.

Server Manager:

Abra o Server Manager, clique naopção “Manage” e selecione “Remove Roles and Features”.

Imagem 03 – Remoção via Server Manager

Clique na opção “Features” e procure por “User Interfaces and Infrastructure”

Desmarque todas as opções para utilizar a opção CORE

Desmarque a opção “Desktop Experience” para utilizar a opção Minimal Server.

Após selecionar a opção desejada, clique em Next

Imagem 04 – Remoção de Interface

Marque o check-box abaixo e clique em “Remove”

Imagem 05 – Remoção de interface

Após isso o servidor reinicializará e voltará sem os recursos de interface gráfica. Somente visualizará a telinha preta do prompt do Windows, como em servidores de distribuição Linux.

Imagem 06 – Windows após remoção de interface

Legal! Mas Estevão, como faço esse procedimento via PowerShell?

É bem simples! Abaixo está o CMDLET que você utilizará.

Uninstall-WindowsFeature Server-Gui-Mgmt-Infra, Server-Gui-Shell -Restart

Imagem 07 – Remoção via Powershell

Simples, não?

Estevão, não gostei da opção Core. Aumentou e muito o esforço administrativo do meu time de T.I.

Como altero de CORE para GUI? Vou precisar reinstalar meu server?

Não! Você utilizará o mesmo CMDLET utilizado anteriormente, basta alterar o verbo Uninstall para Install! Simples, né? Em breve publicarei um artigo sobre como utilizar o PowerShell no dia.

Install-WindowsFeature Server-Gui-Mgmt-Infra, Server-Gui-Shell -Restart

Imagem 08 – Instalação de gráficos via Powershell
Imagem 09 – Confirmação de instalação de gráficos

Após isso o server irá reiniciar e voltar com a interface de experiência gráfica.

Bom pessoal, era isso que queria passar para vocês =D. Qualquer dúvida, deixe aqui nos comentários ou entre em contato comigo em minhas redes sociais.

Referências: 

https://docs.microsoft.com/pt-br/windows-server/administration/server-core/server-core-administer

Livro Instalação e Configuração do Windows Server 2012R2 – Craig Zacker

5 Comments

  1. September 9, 2019    

    I like this website its a master peace ! Glad I noticed this on google .

  2. September 9, 2019    

    Youre so cool! I dont suppose Ive learn something like this before. So nice to search out any person with some unique thoughts on this subject. realy thanks for beginning this up. this web site is one thing that is wanted on the web, somebody with a little bit originality. helpful job for bringing something new to the internet!

  3. December 11, 2019    

    I am extremely impressed together with your writing skills and also with the layout for your blog.
    Is that this a paid theme or did you modify it yourself?
    Either way keep up the nice quality writing, it is rare to look a great blog like
    this one these days..

  4. December 13, 2019    

    This is my first time visit at here and i am genuinely impressed to read all at alone place.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.